terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Carboidrato à noite? Sim, tá liberado!

Gente lindaaaaaa!
Tudo bem?
Andando pelas ruas vi na capa da Revista Saúde a chamada: Carboidrato é bom à noite.

Maaaaaaas, como assim?
Não acreditei no que vi e fui pesquisar na internet pra entender mais sobre isso!
Então, segue ai abaixo uma das matérias que vi sobre o assunto!


Se você quer ir para a cama com a certeza de que não vai ganhar uns quilinhos a mais e vai acordar bem no dia seguinte, com a maior disposição, a nossa equipe de nutricionistas garante: Não entre na onda de abolir os carboidratos a noite!!!
Eles afirmam que os alimentos ricos em carboidratos contribuem para a produção de serotonina (hormônio relacionado ao prazer/bem estar), que combate a ansiedade e a insônia, bem como da melatonina, hormônio que favorece um sono tranqüilo.
(...)
Carboidratos como massas ou batata, portanto, podem muito bem compor a última grande refeição. E esqueça de vez esse mito de que carboidratos a noite prejudicam a sua silhueta.
(...)
O que deve acontecer no período noturno é evitar exageros, principalmente alimentos ricos em gorduras, uma vez que os excessos obviamente causarão um tremendo desconforto abdominal, impedindo que qualquer pessoa consiga dormir devido a dificuldade da digestão.
Comer muito na parte da noite, independente do nutriente que prevaleça na sua refeição, seja carboidrato ou não, definitivamente impede que qualquer pessoa tenha um sono tranqüilo, uma vez que. à noite nosso metabolismo desacelera, assim como o corpo todo, os batimentos cardíacos, o ritmo da respiração e a digestão fica mais lenta.
Então, se de repente surgiu aquele desejo a noite de comer uma bela macarronada, ceda à tentação, mas sem exageros.
E, lembre-se, jante cerca de três ou quatro horas antes de se deitar para dormir. Pois nesse período o organismo tem tempo de realizar a digestão, fazendo com que o estômago não fique tão pesado a ponto de atrapalhar o sono.
Carboidratos favorecem o sono mas, como liberam glicose rapidamente, é bom controlar o consumo.
Alimentos com alto índice glicêmico (carboidrato simples), são os que mais aceleram a produção de neurotransmissores bons de briga contra a insônia. Batata e macarrão são exemplos desse grupo. Embora sejam bem-vindos no jantar, devem ser ingeridos sem exageros.
Ao longo do dia prefira pratos de baixo índice glicêmico, caso do feijão, da batata-doce e dos cereais integrais. É que eles regulam a glicemia (quantidade de açúcar circulando no sangue) e afastam danos como diabete do tipo 2.
Para facilitar a sua vida e a sua dieta sugerimos na tabela abaixo variados exemplos de alimentos de baixo, moderado e alto índice glicêmico para que você possa variar sua alimentação e não enjoe da dieta.
Alimentos de alto índice glicêmico (> 85)
Alimentos de moderado índice glicêmico (60-85)
Alimentos de baixo índice glicêmico (< 60)
Tabela


Bjinhos,
Div@

Twitter: @divaqrmagrecer
Facebook: Diva Brasil

7 comentários:

  1. Muito interessante essa história do carboidrato. Sempre bom saber. Obrigada por dividir conosco.Bjs

    ResponderExcluir
  2. OH BLOG BOM! XO ME ATUALIZAR POR AQUI BEIJÃO

    ResponderExcluir
  3. Ótima matéria, é isso mesmo, é só cuidar das porções.
    Um beijo grande

    ResponderExcluir
  4. Legal a informação! Mas, eu tenho medo! kkk Por enquanto, estou conseguindo me segurar na saladinha com grelhado à noite. No entanto, se for preciso, comerei carboidrato à noite sem tanto peso na consciência! Beijos querida!

    ResponderExcluir
  5. Gostei do que li.
    Carboidratos é muito bom, mas pesa. Ideal mesmo é comer pouco.

    bj

    ResponderExcluir
  6. Aquela história né, tudo faz bem mas depende da quantidade!
    Ótima matéria..

    beijos

    ResponderExcluir
  7. Meu corpo sempre funcionou MUITO bem com carboidratos a noite, o que ele não consegue digerir muito bem a noite são exatamente as proteínas.
    Amei a matéria!*-*

    ResponderExcluir

Deixe aqui os seus comentários, sugestões ou dicas!
Fico muito feliz com cada um!
Obrigada pela visita!
Volte sempre!
Bjinhos,
Div@